VIDEO

"Memento" - Thomas Hennig - 55º FMN "Gilberto Mendes" (Núcleo de Ribeirão Preto)
09:01
USP FILARMÔNICA Rubens Russomanno Ricciardi

"Memento" - Thomas Hennig - 55º FMN "Gilberto Mendes" (Núcleo de Ribeirão Preto)

Thomas Hennig (*1964) Memento (2021), estreia mundial Piano: Allan Duarte Manhas O Festival Música Nova "Gilberto Mendes" (FMN) é um evento internacional e anual de música contemporânea idealizado por Gilberto Mendes (Santos, 1922-2016) e realizado desde 1962 em Santos. Já foi produzido simultaneamente nas cidades de Santos e São Paulo (desde 1985), além de concertos em Ribeirão Preto e Campinas (desde 1992). Com o posto de maior e mais duradouro festival de música contemporânea da América Latina, apresenta peças consagradas e obras inéditas de compositores de todo o mundo. Com direção artística de Lucas Galon e Márcio Barreto, o festival tem como professor responsável (USP - Ribeirão Preto), o compositor e maestro Rubens Russomanno Ricciardi. Em sua 55ª edição, com exibição online de 10 a 22/04, o festival será dividido em três regiões do estado de São Paulo (litoral, interior e capital), por cinco cidades (Santos, São Vicente, Cubatão, São Paulo e Ribeirão Preto), além de músicos e compositores dos principais centros mundiais de música, e contará com diversas atividades artísticas e didáticas que incluem concertos, palestras e oficinas. Em parceria com a USP – Ribeirão Preto, Academia Livre de Música e Artes (ALMA), Imaginário Coletivo de Arte, Percutindo Mundos, Ocanoa Filmes e a Escola de Música e Dança de Cubatão, a 55ª Edição do FMN expandirá o circuito de atividades, aumentando o número de ações e cidades envolvidas, visando novos públicos e olhares sobre a produção da música contemporânea. O festival acontece anualmente apresentando concertos sinfônicos, música de câmara, palestras e oficinas, além de outras atividades que dialogam com a música contemporânea, como cinema, dança e literatura. O Festival Música Nova é de grande relevância para a música contemporânea no Brasil e no mundo, haja vista sua longevidade e abrangência internacional. Com milhares de obras compostas para ele, é um festival que fomenta a inventividade, a criação musical contemporânea e possibilita o intercâmbio com compositores e instrumentistas de diversas regiões do país e do mundo. Muitos compositores nasceram inspirados pelos concertos e palestras do Festival através do contato com novos conceitos e experimentações sonoras. De grande potencial artístico, anualmente revela novos e promissores compositores e instrumentistas contribuindo, com ações educativas em âmbito internacional, para a descoberta, visibilidade e aprimoramento de gerações de músicos. O 55º Festival Música Nova Gilberto Mendes amplia suas atividades e campo de pesquisa possibilitando a descoberta e visibilidade de novos instrumentistas e compositores. Nessa edição, o festival traz compositores e músicos que aproximam os limites entre a música popular e a música de concerto, o experimental e o tradicional, através da ressignificação das culturas caiçara e caipira, pilares da formação de nossa identidade coletiva, e seus instrumentos mais representativos: a rabeca caiçara e a viola caipira. Somam-se aos instrumentos tradicionais, invenções e recriações de novos instrumentos por músicos e compositores que participam desta edição. Com obras compostas especialmente para essa edição, o Festival consolida-se como um caminho aberto ao novo, fruto, muitas vezes, da recombinação da ancestralidade e seus desdobramentos na arte contemporânea. Projeto realizado com recursos da Lei Aldir Blanc. Direção artística: Lucas Galon e Márcio Barreto Produção e Coordenação Geral: Livio Tragtenberg e Antonio Eduardo Santos Professor Responsável pela FFCLRP-USP: Rubens Russomanno Ricciardi Assessoria de Imprensa: Marcela Borges e Lincoln Spada Programa e Canal de YouTube da USP Filarmônica: Lucas Pigari #ThomasHennig​ #AllanDuarteManhas #FestivalMúsicaNova
"Choro Santista" - Silas Palermo - 55º FMN "Gilberto Mendes" (Núcleo de Ribeirão Preto)
04:13
USP FILARMÔNICA Rubens Russomanno Ricciardi

"Choro Santista" - Silas Palermo - 55º FMN "Gilberto Mendes" (Núcleo de Ribeirão Preto)

Silas Palermo (*1970) Choro Santista (2020), estreia mundial Piano: Allan Duarte Manhas O Festival Música Nova "Gilberto Mendes" (FMN) é um evento internacional e anual de música contemporânea idealizado por Gilberto Mendes (Santos, 1922-2016) e realizado desde 1962 em Santos. Já foi produzido simultaneamente nas cidades de Santos e São Paulo (desde 1985), além de concertos em Ribeirão Preto e Campinas (desde 1992). Com o posto de maior e mais duradouro festival de música contemporânea da América Latina, apresenta peças consagradas e obras inéditas de compositores de todo o mundo. Com direção artística de Lucas Galon e Márcio Barreto, o festival tem como professor responsável (USP - Ribeirão Preto), o compositor e maestro Rubens Russomanno Ricciardi. Em sua 55ª edição, com exibição online de 10 a 22/04, o festival será dividido em três regiões do estado de São Paulo (litoral, interior e capital), por cinco cidades (Santos, São Vicente, Cubatão, São Paulo e Ribeirão Preto), além de músicos e compositores dos principais centros mundiais de música, e contará com diversas atividades artísticas e didáticas que incluem concertos, palestras e oficinas. Em parceria com a USP – Ribeirão Preto, Academia Livre de Música e Artes (ALMA), Imaginário Coletivo de Arte, Percutindo Mundos, Ocanoa Filmes e a Escola de Música e Dança de Cubatão, a 55ª Edição do FMN expandirá o circuito de atividades, aumentando o número de ações e cidades envolvidas, visando novos públicos e olhares sobre a produção da música contemporânea. O festival acontece anualmente apresentando concertos sinfônicos, música de câmara, palestras e oficinas, além de outras atividades que dialogam com a música contemporânea, como cinema, dança e literatura. O Festival Música Nova é de grande relevância para a música contemporânea no Brasil e no mundo, haja vista sua longevidade e abrangência internacional. Com milhares de obras compostas para ele, é um festival que fomenta a inventividade, a criação musical contemporânea e possibilita o intercâmbio com compositores e instrumentistas de diversas regiões do país e do mundo. Muitos compositores nasceram inspirados pelos concertos e palestras do Festival através do contato com novos conceitos e experimentações sonoras. De grande potencial artístico, anualmente revela novos e promissores compositores e instrumentistas contribuindo, com ações educativas em âmbito internacional, para a descoberta, visibilidade e aprimoramento de gerações de músicos. O 55º Festival Música Nova Gilberto Mendes amplia suas atividades e campo de pesquisa possibilitando a descoberta e visibilidade de novos instrumentistas e compositores. Nessa edição, o festival traz compositores e músicos que aproximam os limites entre a música popular e a música de concerto, o experimental e o tradicional, através da ressignificação das culturas caiçara e caipira, pilares da formação de nossa identidade coletiva, e seus instrumentos mais representativos: a rabeca caiçara e a viola caipira. Somam-se aos instrumentos tradicionais, invenções e recriações de novos instrumentos por músicos e compositores que participam desta edição. Com obras compostas especialmente para essa edição, o Festival consolida-se como um caminho aberto ao novo, fruto, muitas vezes, da recombinação da ancestralidade e seus desdobramentos na arte contemporânea. Projeto realizado com recursos da Lei Aldir Blanc. Direção artística: Lucas Galon e Márcio Barreto Produção e Coordenação Geral: Livio Tragtenberg e Antonio Eduardo Santos Professor Responsável pela FFCLRP-USP: Rubens Russomanno Ricciardi Assessoria de Imprensa: Marcela Borges e Lincoln Spada Programa e Canal de YouTube da USP Filarmônica: Lucas Pigari #SilasPalermo​ #AllanDuarteManhas​ #FestivalMúsicaNova​
Juliano de Oliveira - Allan Manhas  - 53º Festival Música Nova Gilberto Mendes
04:10
marcio barreto

Juliano de Oliveira - Allan Manhas - 53º Festival Música Nova Gilberto Mendes

53º Festival Música Nova Gilberto Mendes Juliano de Oliveira (*1987) COVID-19 (2020), estreia mundial Piano: Allan Duarte Manhas Festival Música Nova Gilberto Mendes A 53ª edição do Festival Música Nova Gilberto Mendes, evento internacional e anual de música contemporânea, idealizado por Gilberto Mendes (Santos, 1922-2016) e realizado desde 1962, marca a retomada de Santos, cidade onde nasceu, à sua programação. O festival acontecerá de 06 a 16/11, será online e terá a participação de músicos e compositores brasileiros, assim como de demais centros mundiais ligados à música nova. Com realização do NAP-CIPEM do Departamento de Música da FFCLRP-USP (USP de Ribeirão Preto) e do Imaginário Coletivo de Arte de Santos, a 53ª edição do FMN Gilberto Mendes expandirá o circuito de atividades visando novos públicos e olhares sobre a produção da música contemporânea mundial. Tendo como professor responsável Rubens Russomanno Ricciardi (DM-FFCLRP-USP), direção artística de Lucas Galon (USP de Ribeirão Preto) e coordenação geral de Márcio Barreto (Imaginário Coletivo) o festival, em sua edição online, assume importante papel nos tempos atuais, onde as novas linguagens da arte são imprescindíveis frente à condição de quarentena em que vive o mundo. O Festival já foi produzido simultaneamente nas cidades de Santos e São Paulo (desde 1985), além de concertos em Ribeirão Preto e Campinas (desde 1992). Desde 2012, de acordo com o desejo expresso por Gilberto Mendes em 2011, a USP de Ribeirão Preto passou a ser a entidade sede do evento. Com o posto de maior e mais duradouro festival de música contemporânea das Américas, apresenta obras inéditas de compositores de todo o mundo, bem como obras experimentais de toda a história da música. Direção artística: Lucas Eduardo da Silva Galon Produção e Coordenação Geral: Márcio Barreto Professor Responsável pela FFCLRP-USP: Rubens Russomanno Ricciardi Assessoria de Imprensa: Marcela Borges Programa e Canal de YouTube da USP Filarmônica: Lucas Pigari Festival Música Nova Gilberto Mendes The 53rd edition of Festival Música Nova Gilberto Mendes, a yearly and international contemporary music event, idealized by Gilberto Mendes (Santos, 1922-2016) and carried out since 1962, this time reinforces the city of Santos as part of the event programm - and as place where it was born. The Festival will happen online and will count on the participation of Brazilian musicians and composers, and also from many worldwide musical centers related to the new music. As a production by the Department of Music of FFCLRP-USP NAP-CIPEM (USP in Ribeirão Preto, Brazil) and the Imaginário Coletivo de Arte of Santos (Brazil), the 53rd edition of FMN Gilberto Mendes will expand the tour of its activities having in view new audience and outlooks about world contemporary music production. The in charge professor Rubens Russomano Ricciardi (DM-FFCLRP-USP), the artistic director Lucas Galon (USP Ribeirão Preto, Brazil) and the general coordinator Márcio Barreto (Imaginário Coletivo, Santos, Brazil) intend to make the Festival - in its online edition - to take its part on the nowadays events, in which the new art languages are indispensible in face of the quarantine condition the world lives in. It has been produced simultaneously in the cities of Santos and São Paulo since 1985, with concerts taking place also in Ribeirão Preto and Campinas since 1992. After 2012, in accordance with a clear wish of Gilberto Mendes in 2011, the USP in Ribeirão Preto became the main site to the event. It holds the title of biggest and lasting contemporary music festival in Americas, presenting first performances of many works from composers all over the world, and also experimental pieces of the whole History of Music. Artistic Direction: Lucas Eduardo da Silva Galon General Coordination and Production: Márcio Barreto In charge FFCLRP-USP professor: Rubens Russomano Ricciardi Press assistance: Marcela Borges USP-Filarmônica Program and YouTube Channel: Lucas Pigari

AUDIO

IMAGE GALLERY

by Marcella Cupaiuolo
by Marcella Cupaiuolo
press to zoom
by Vitreo Fotografia
by Vitreo Fotografia
press to zoom
by Vitreo Fotografia
by Vitreo Fotografia
press to zoom
by Eliane Morandin
by Eliane Morandin
press to zoom
by Mara Lucia Casagrande
by Mara Lucia Casagrande
press to zoom
by Mara Perusso
by Mara Perusso
press to zoom
by Mirco Hey
by Mirco Hey
press to zoom
by LH Cruz
by LH Cruz
press to zoom
by Mirco Hey
by Mirco Hey
press to zoom